segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

ABC vence clássico e conquista 1º turno



 (Divulgação/ABC/Augusto Ratis)
Em clássico tenso, o ABC fez valer o seu mando de campo, jogou com o regulamento, e ainda conseguiu vencer o América pelo placar de 1 a 0, conquistando a Taça Cidade do Natal, título que vale o 1º turno do Campeonato Estadual. O herói da conquista alvinegra foi o atacante Washington, que mostrou seu faro de gol marcando aos 26 do primeiro tempo.

A conquista alvinegra garante, no mínimo, uma vaga na final do campeonato, e também as classificações para a Copa do Brasil e Campeonato do Nordeste 2013.

Na abertura do segundo turno, o próximo compromisso do ABC será realizado na quarta-feira (29), às 20h30, diante do Baraúnas, no estádio Frasqueirão. No mesmo horário, o América visita o Caicó, no estádio Marizão.

O jogo

Antes da bola rolar, a partida já teve o seu primeiro momento de drama com o anúncio do veto do atacante alvinegro Léo Gamalho, que sentiu o adutor esquerdo da coxa e teve que ser sacado time para a entrada de Adriano.

Com o apito inicial do árbitro Suelson Diógenes, o ABC foi quem quase abriu o placar, aos 4, quando Adriano arrancou, recebeu passe de Raul, aproveitou o vacilo de Ricardo Baiano e chutou com perigo para defesa de Fabiano. A resposta do América não demorou e quase se concretizou em gol. Aos 11, em uma falta pela direita, Wanderson lançou na área e quase surpreendeu o goleiro Camilo, que viu a bola passa perto da trave.

A partida seguiu equilibrada, com destaque do time americano usando os lados do campo através de Wanderley e Soares, que sempre ofereciam perigo a defesa alvinegra. No lado do ABC, um posicionamento cauteloso, mas sempre veloz, principalmente, com o toque de bola objetivo de seus meias, Jerson e Raul. E usando a sua principal arma, aos 26, o time da frasqueira abriu o marcador, quando Washington, o jogador mais discreto em campo, aproveitou um contra-ataque fulminante, iniciado por Jerson para Adriano, e mandou a bola para o fundo do gol, após cruzamento preciso e rasteiro na área alvirrubra.

Com o placar adverso e necessitando da virada, o América passou a ter uma maior posse de bola, a partir dos 30, mas não conseguiu ameaçar o goleiro Camilo. O alvinegro, por sua vez, recuou e se fechou até o término da primeira etapa. 

 (Ana Amaral/DN/D.A.Press)
O segundo tempo não começou diferente do término da etapa final. O ABC seguiu fechado, inclusive, reforçando o setor de defesa com a saída de Jerson para a entrada de Luis Ricardo. No lado alvirrubro, a continuidade na falta de objetividade em suas jogadas ofensivas, mesmo partindo com praticamente todo o time para o campo de defesa dos donos da casa.

Diante de um cenário sem alteração a seu favor, o técnico do América, Flavio Araújo, sacou Soares para a entrada de Isac, aos 18, na esperança de uma maior movimentação na área alvinegra. No lado do ABC, Leandro Campos substituiu Washington por Felipe Alves, tentando dar uma maior mobilidade em seu setor ofensivo.

As 24, os jogadores americanos partiram para cima do árbitro Suelson Diógenes, reclamando de um suposto toque de mão do zagueiro Alisson, após escanteio cobrado pelo alvirrubro. No lance, a jogada foi paralisada apenas como carga em cima da defesa alvinegra.

A partir dos 30 minutos, a partida passou a ficar dramática, com o América mais agressivo, jogando contra o relógio e precisando marcar dois gols. O ABC, muito recuado, administrava o resultado observando o nervosismo alvirrubro, que não conseguia traduzir a sua posse de bola em gol.

 (Ana Amaral/DN/D.A.Press)
Os minutos finais foram favoráveis ao ABC, que passou a ouvir a sua torcida gritar é campeão. No lado americano, o sentimento de frustração e o nervosismo de seus jogadores.

Ficha do jogo – ABC 1 x 0 América:
Estádio: Frasqueirão
 
Escalações:

ABC: Camilo, Flávio Boaventura, Alison e Eduardo; Edson, Bileu, Jerson(Luis Ricardo), Raul e Berg; Adriano e Washington(Felipe Alves). Técnico: Leandro Campos.

América: Fabiano, Válber (Norberto), Edson Rocha, Cleber e Wanderson; Ricardo Baiano (André Beleza), Fabinho, Jairo e Junior Xuxa; Wanderley e Soares (Isac). Técnico: Flavio Araújo

Árbitro: Suelson Diógenes de França Medeiros
Assistentes: Izac Márcio da Silva Oliveira e Flávio Gomes Barroca

Cartões: Wanderley (amarelo, América); Flávio Boaventura(amarelo, ABC); Adriano(amarelo, ABC); Ricardo Baiano(amarelo, América); Washington(amarelo, ABC); Bileu (amarelo, ABC); Camilo(amarelo,ABC) e Fabinho (amarelo, América).

Público total: 12.405
Renda: R$ 245.563,00

De Rodrigo Matoso para redação do DIARIODENATAL.COM.BR

Nenhum comentário: