terça-feira, 20 de março de 2012

Estado de saúde de João Havelange continua grave


Wikimedia Commons
João Havelange
João Havelange segue no hospital sem previsão de alta
Rio de Janeiro - O estado de saúde do presidente de honra da Fifa, João Havelange, de 95 anos, continua grave e inspira cuidados, segundo boletim divulgado nesta terça-feira pelo Hospital Samaritano, localizado na zona sul do Rio de Janeiro, onde o ex-dirigente foi internado com quadro infeccioso no último domingo.
De acordo com as informações, os exames realizados na última segunda-feira diagnosticaram uma "infecção bacteriana grave (artrite séptica), com celulite no tornozelo direito, comprovada através de culturas do sangue". A assessoria do hospital ainda divulgou que a equipe médica que acompanha Havelange emitirá um novo boletim em 24 horas. O ex-presidente da Fifa permanece internado na Unidade Coronariana e ainda não há previsão de alta.
Ex-atleta, João Havelange se tornou presidente da Confederação Brasileira de Desportos (CBD), em 1956, de onde saiu em 1974. No mesmo ano, o dirigente foi eleito para presidir a Fifa, tendo exercido o cargo até 1998, quando foi substituído por Joseph Blatter.
No final do ano passado, Havelange renunciou ao seu cargo no Comitê Olímpico Internacional, alegando razões médicas, que não foram detalhadas. A renúncia ocorreu no mesmo momento em que enfrentava o risco de ser punido por supostamente ter recebido suborno da empresa de marketing ISL, que faliu e tinha acordos comerciais com a Fifa na década de 1990.
Confira a nota divulgada pelo hospital:
João Havelange, 95 anos, permanece internado na Unidade Coronariana do Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro.
Segundo o médico João Mansur Filho, depois de visita hoje, 20.03.12, o estado clínico do Presidente de Honra da Fifa é grave e inspira cuidados.
Os exames diagnosticaram uma infecção bacteriana grave (artrite séptica), com celulite no tornozelo direito, comprovada através de culturas do sangue.
Não há previsão de alta.
A equipe médica que o acompanha emitirá um novo boletim em 24 horas.
João Mansur Filho
Cardiologista
Chefe da Unidade Coronariana do Hospital Samaritano - RJ
Exame

Nenhum comentário: