sexta-feira, 16 de março de 2012

Náutico vence Santa Cruz-RN e elimina jogo da volta

O Náutico fez a sua parte. Não foi uma partida brilhante, mas foi o suficiente para eliminar o Santa Cruz/RN, nesta quinta-feira, e passar à fase seguinte da Copa do Brasil, com uma vitória por 3 a 1, alcançada aos 46 minutos do segundo tempo. Um resultado importante. Sem a partida de volta na próxima quarta-feira, o Timbu poderá descansar e se preparar melhor durante a semana que vem. O adversário alvirrubro ainda está indefinido: Fortaleza ou Comercial/PI.

O início de jogo foi bastante positivo para o Náutico. A escalação alvirrubra surpreendeu. O técnico Waldemar Lemos colocou o zagueiro César Marques em vez do volante Lenon, armando a equipe no 3-5-2. A ideia era liberar os laterais, já que ele jogava com Auremir improvisado na direita, aproveitando as dimensões reduzidas do campo. 

A pressão inicial alvirrubra deu resultado e aos 14 minutos o Náutico abriu o placar. Siloé recuperou a bola e acionou Jefferson, na esquerda. Ele cruzou na medida para o estreante César Marques, que marcou de cabeça. Na frente do marcador, o Timbu tentou manter o controle da partida. Do outro lado, o Santa Cruz/RN tentava reagir, até se abrindo um pouco mais do que no início. Chegou a assustar em alguns lances, mas a grande chance veio aos 46, numa cabeçada de Flavinho, defendida por Gideão.

Na volta para o segundo tempo, o Santa Cruz aumentou a pressão do final da etapa anterior. Por incrível que pareça, sufocou o Náutico e antes dos dez minutos chegou ao empate com méritos. No terceiro escanteio de uma sequência, Binho tocou de cabeça para o gol, fazendo 1 a 1. Nem o gol de empate do adversário serviu para acordar o Timbu no segundo tempo. O time potiguar continuou pressionando e quase virou.

Na hora do aperto, porém, o Náutico conseguiu se safar. Mesmo sem jogar bem, marcou o segundo gol. Aos 16, Siloé tocou para Eduardo Ramos que invadiu a área, mas acabou trombando com a zaga adversário. A bola sobrou para Auremir, que tocou para o gol (ainda houve o desvio de Marcelo), colocando o Timbu na frente novamente. 

O Náutico melhorou levemente após o gol. O Santa Cruz/RN continuava com o ímpeto de antes, agora em busca do empate novamente. O time da casa não teve, porém, grandes chances como no início do segundo tempo. E deixou brechas para a melhor qualidade do Timbu, que perseguia o gol que eliminaria o jogo de volta. Conseguiu nos acréscimos. Aos 46, Siloé ajeitou para Derley, que acertou um belo arremate, fazendo 3 a 1, definindo a classificação alvirrubra à fase seguinte.

Santa Cruz/RN
Eridelson; Léo Paraiba (Douglas Caê), Marcelo, Róbson (Geriel) e Márcio; Flavinho, Danilo Lopes, Alexandre e Alvinho; Zé Paulo e Binho (Foguete). Técnico: Francisco Diá

Náutico
Gideão; Marlon, Ronaldo Alves e César Marques (Lenon); Auremir, Elicarlos, Derley, Eduardo Ramos (Phillip) e Jefferson; Siloé e Dori (Rodrigo Tiuí). Técnico: Waldemar Lemos

Local: Iberezão (Santa Cruz do Trairí/RN). Árbitro: João Bosco Satiro da Nóbrega. Assistentes: Griselildo de Souza Dantas e Oberto da Silva Santos. Gols: César Marques, Binho, Auremir e Derley. Cartões amarelos: Jefferson, Dori, Eduardo Ramos, Elicarlos (N), Geriel e Binho (SC). Público: 1.249. Renda: R$ 15.910,00


Alexandre Barbosa/DP

Nenhum comentário: