quarta-feira, 21 de março de 2012

Santa enfrenta Belo Jardim em jogo da 15ª rodada

Da maneira como aconteceu a desclassificação na Copa do Brasil, quando perdeu dentro do Arruda para o Penarol-AM por 3 a 2, não vai ser fácil para o torcedor coral esquecer e perdoar os jogadores e o técnico Zé Teodoro. Mas, por outro lado, o Santa Cruz já soma três jogos sem tropeços no Campeonato Pernambucano. As vitórias aconteceram diante do Serra Talhada, Salgueiro e Central. O time, mesmo não apresentando um futebol convincente, vem crescendo na competição, está consolidado no G4 e tem nesta quarta-feira, a partir das 21h50, a possibilidade de dar uma arrancada em busca da vice-liderança da competição. O caminho passa pelo triunfo sobre o Belo Jardim, no Estádio Mendonção, no Agreste.

Vencendo a partida desta noite, que ficou em aberto ainda pela 15ª rodada do Estadual, o Santa Cruz passa a somar 32 pontos em 17 rodadas e ficaria apenas a dois pontos do Náutico (3ª) e três do Salgueiro (2º). No próximo fim de semana acontece a 18º rodada e a equipe tricolor abre os confrontos recebendo o Araripina, sábado, no Arruda. Fazendo o dever de casa no jogo com o Bode, a Cobra Coral irá torcer para um tropeço do Náutico no clássico com o Sport e uma derrota do Salgueiro para o Serra Talhada, no Cornélio de Barros.

Mas, na verdade, de nada adianta esta projeção se a equipe tricolor não passar pelo Belo Jardim hoje à noite. A vitória amplia a vantagem do Santa Cruz (4º) para o Petrolina (5º), que hoje é de quatro para sete pontos. Isso dará a tranquilidade necessária para o técnico Zé Teodoro trabalhar o elenco visando as semifinais da competição.

Encarando a partida de hoje com a seriedade necessária, o técnico Zé Teodoro não revelou a escalação do Santa Cruz para o confronto. O mistério é grande, principalmente no setor ofensivo. Sem Geílson, machucado, existe a possibilidade da equipe coral atuar com apenas um atacante: Dênis Marques. Com essa opção, Carlinhos Bala e Luciano Henrique, que entrariam no meio-campo, teriam a função de encostar um pouco mais no ataque. Assim, o Tricolor iria a campo no 4-5-1. A segunda alternativa seria manter o tradicional 4-4-2 com Caça Rato ao lado de Dênis Marques.

O trio de volante está mantido com Anderson Pedra, Memo e Weslley. Na zaga, sem Leandro Souza, ainda se recuperando da luxação no ombro, Everton Sena segue no time principal ao lado de Willians.

Belo Jardim

Há seis jogos consecutivos sem vencer e na penúltima posição do Estadual, ameaçadíssimo pelo rebaixamento, o Belo Jardim entra em campo hoje na pressão para enfrentar o Santa Cruz. Apesar da má fase, o técnico Leivinha não acredita que vai ser “pato morto” contra o Tricolor.


SuperEsportes

Nenhum comentário: