quarta-feira, 18 de abril de 2012

ABC precisa de empate com gols no Barradão para seguir na CB 2012



Ana Amaral/DN/D.A Press
Aguardando pelo adversário da decisão do Campeonato Potiguar, o ABC volta suas atenções para a Copa do Brasil. Hoje, às 21h50, o alvinegro encara o Vitória/BA, no estádio Barradão, em Salvador/BA. Para o duelo o comandante alvinegro terá três desfalques, mas contará com os retornos de Makelelê e Renatinho Potiguar.

Mesmo atuando fora de casa o pensamento abecedista é de buscar marcar um gol no início da partida. O motivo é simples. Por causa do empate por 1 a 1 no duelo da semana passada no Frasqueirão, os baianos entram em campo já classificados com o 0 a 0. "Precisamos marcar gols. Vamos enfrentar um adversário extremamente complicado. Não importa se iremos jogar bem. O que importa é o resultado e a nossa classificação", destacou o treinador Leandro Campos.

Para o duelo, o técnico não poderá contar com dois titulares. O zagueiro Alison ainda se recupera de uma lesão muscular e nem viajou com o restante do grupo. Já o meio campista Jérson pertence ao Vitória/BA e por força de contrato não pode jogar, assim como Adriano Pardal.

Por outro lado Campos teve duas boas notícias antes do embarque para a capital da Bahia. O volante Mekelelê foi regularizado junto a CBF e fará sua reestreia pelo clube. Já o lateral Renatinho Potiguar se recuperou de uma lesão muscular que o deixou longe dos gramados por quase dois meses. "Venho treinando normalmente e não estou sentindo mais dor. Agora é entrar em campo e ajudar o ABC a voltar com a classificação de Salvador", afirmou.

Já o rubro-negro baiano contará com os retornos de Neto Baiano maior artilheiro do Brasil com 24 gols e Pedro Ken, que não participaram da última rodada do Campeonato Baiano, já que estavam suspensos.

Prováveis resultados

Derrota por qualquer placar dá Vitória

Empate por 0 a 0 elimina os potiguares

Empate em 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis

Empate por 2 ou mais gols classifica o ABC.

Vitória por qualquer placar dá ABC.


DN

Nenhum comentário: