terça-feira, 10 de abril de 2012

CPB: COMITÊ PARALÍMPICO BRASILEIRO LEVARÁ O MELHOR DO ESPORTE À REATECH


Com um estande de 234m² localizado no coração da Centro de Convenções Imigrantes, em São Paulo (SP), o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) apresentará diversas novidades na décima primeira edição da Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade Reatech, entre os dias 12 e 15 de abril. Além do contato direto com alguns dos maiores nomes do paradesporto nacional, o visitante poderá assistir a diversas palestras sobre o esporte paralímpico e experimentar as modalidades: Judô, Vôlei Sentado, Futebol de 5 e Goalball.

“A Reatech nos proporciona um enorme diálogo com diversas organizações que tratam com deficientes no Brasil. Queremos aproveitar esta oportunidade para estreitar laços com o movimento paralímpico em geral, não apenas com o esporte. Nossa participação será intensa, com mais atividades. Estamos em 2012, mas já mirando os próximos anos. O CPB veio para ficar”, garantiu o presidente do CPB, Andrew Parsons.

Outra atração do estande do CPB será a marca dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 em 3D, a mesma que foi usada na cerimônia de lançamento da marca paralímpica. Será a primeira vez que ela sairá do Rio de Janeiro e poderá ser vista e tocada pelo público.

A Feira é considerada a maior da área na América Latina, com 300 expositores. Cerca de 50 mil pessoas são esperadas durante os quatro dias de evento, que acontece também na Índia, Rússia, Itália e China.
Grandes nomes ao vivo
Outros dois pontos que merecem destaque na participação do CPB na Reatech são as sessões de autógrafos com atletas paralímpicos e a experimentação de esportes adaptados. Durante os quatro dias do evento, oito atletas de renome internacional estarão no estande para distribuir autógrafos e tirar fotos com os fãs.
Copa Brasil na ReatechA disputa da Copa Brasil de Esgrima em Cadeira de Rodas promete ser um dos pontos altos da Reatech 2012. Inicialmente prevista para ocorrer entre os dias 22 a 25 de março em Curitiba, no Paraná, a competição foi transferida para São Paulo. A disputa seguirá ao longo da Feira, e entre os nomes confirmados está o de Jovane Guissone, gaúcho que no final de janeiro conquistou uma inédita medalha de prata para o Brasil durante a Copa do Mundo da modalidade, disputada na Alemanha.
PROGRAMAÇÃO DE PALESTRAS
AUDITÓRIO 10
Data: 12 de abril – TUDO SOBRE RIO 2016
15h – Jogos Paralímpicos Rio 2016
16h30 – Rio 2016: Programa de contratação
18h – Rio 2016: Política de aquisições
Data: 13 de abril – TUDO SOBRE RUGBY EM CADEIRA DE RODAS13h – Abertura das palestras sobre Rugby em Cadeira de Rodas
13h30 – O Rugby em Cadeira de Rodas no cenário paralímpico nacional e internacional
14h – O processo de classificação funcional no Rugby em Cadeira de Rodas
14h30 – A nutrição esportiva em atletas com lesão medular
15h – Estudo das principais lesões no Rugby em Cadeira de Rodas
15h30 – O papel da psicologia junto aos atletas da Seleção Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas
16h – Atenção fisioterapêutica no Rugby em Cadeira de Rodas
16h30 – Mesa redonda: Atenção multidisciplinar junto aos atletas da Seleção Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas
AUDITÓRIO 8
Data: 12 de abril
15h – Tudo sobre o Tênis de Mesa Paralímpico
16h – Tudo sobre o Voleibol Sentado
18h- Como são organizados os Comitês Paralímpicos Brasileiro e Internacional
19h – Aspectos gerais da classificação funcional – Como são classificados os atletas
Data: 13 de abril15h – Tudo sobre o Atletismo Paralímpico
16h – Tudo sobre a Natação Paralímpica
18h – Brasil rumo às Paralimpíadas de Londres 2012 – Preparação, metas e objetivos
19h – Evolução tecnológica no Esporte Paralímpico – Novas tecnologias
Data: 14 de abril11h – Tudo sobre o Goalball
12h – Aspectos gerais da classificação funcional – Como são classificados os atletas
15h – Desporto Escolar Paralímpico – Como incluir seus filhos no Desporto Paralímpico
16h – Lesão e habilitação no Esporte Paralímpico
Data: 15 de abril11h – Brasil rumo às Paralímpiadas de Londres 2012
12h – Evolução tecnológica no Esporte Paralímpico – Novas tecnologias

Nenhum comentário: