segunda-feira, 2 de abril de 2012

CSE e ASA ficam no empate


ASA empatou com CSE
ASA empatou com CSE Foto: ASA/Click Arapiraca
O torcedor alagoano pôde prestigiar mais um clássico do Campeonato Alagoano na tarde deste domingo. CSE e ASA se enfrentaram no “clássico do interior”, fazendo um jogo de quatro gols. O time da casa abriu com Ibson Melo e fez o segundo com Luiz Paulo. No lado alvinegro, o meia Didira e o atacante Lúcio Maranhão balançaram as redes adversárias e garantiram o empate de 2 a 2.

Apesar de um primeiro tempo movimentado, os dois times não conseguiam concluir as finalizações em gols. O CSE levou perigo para o time alvinegro através dos pés de Luiz Paulo, mas o goleiro Tutti estava atento e não deixou o adversário balançar as redes. O ASA também tentava, mas esbarrava na zaga de Palmeira dos Índios.
O time arapiraquense ainda tentou com o artilheiro Lúcio Maranhão, mas ficou apenas no “quase”. Quando o ASA começou a partir para o ataque, o clube de Palmeira dos Índios buscava se defender para deixar o placar igual, mas também aproveitava os espaços deixados pelo time alvinegro e chegava com perigo.

O castigo para o clube visitante veio aos 45 minutos do primeiro tempo, quando Ibson Melo aproveitou o lance, girou e bateu em direção ao goleiro Tutti, abrindo o placar no estádio Juca Sampaio e terminando o primeiro tempo na vantagem.

O ASA voltou mais forte no segundo tempo, pressionando o CSE e buscando o gol de empate. Porém, apesar das oportunidades, o time não conseguia finalizar bem. Foi então que o meia Didira, numa cobrança de falta, acertou o gol adversário e empatou a partida aos 20 minutos do segundo tempo.

O clube alvinegro seguiu pressionando o time da casa, com direito a bola na trave do goleiro Ibson, após o volante Cal receber um passe do meia Didira e chutar em direção ao gol adversário.

Enquanto o ASA buscava a virada, o CSE procurava voltar a ficar na vantagem. O time conseguiu seu objetivo numa saída rápida para o ataque e Luiz Paulo carimbou no gol do goleiro Tutti, aos 38 minutos de jogo.
Assim como fez o CSE, marcando o primeiro gol no final do segundo tempo, o ASA conseguiu balançar as redes aos 46 minutos, com o atacante Lúcio Maranhão. O artilheiro recebeu de Marcinho e aproveitou a saída do goleiro tricolor, garantindo o empate no final do jogo e seu 16º gol no Campeonato Alagoano.  Com o resultado, o clube arapiraquense mantém o tabu contra o CSE, já que a última vitória do clube tricolor foi em abril de 2006 – 8 vitórias e 3 empates.

Fonte: Minuto Arapiraca

Nenhum comentário: