terça-feira, 3 de abril de 2012

Ex-atleta acusado de agredir a própria filha


O ex-jogador Cleison Edson Assunção, 40 anos, que já atuou pelo Santa Cruz, Sport, Fortaleza e Náutico, foi denunciado no fim da tarde desta segunda-feira pela ex-mulher por ter agredido a própria filha, uma adolescente de 15 anos, no Bairro Copacabana, Região da Pampulha, em Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar, Cristina Nicoli Bonifácio Norberto, de 38 anos, contou que o ex-marido se revoltou por a filha reclamar que ele é um pai ausente.

Atualmente Cleison mora em Fortaleza, no Ceará, e veio a Belo Horizonte na última sexta-feira. Ele tem três filhas com Cristina, de 13, 15 e 18 anos. Ele teria agredido a filha do meio, na presença das outras duas, que conseguiram defender a irmã. Policiais da 15ª Companhia do 49º Batalhão da PM foram acionados por volta das 16h40 para registrar a ocorrência.

Segundo a PM, Cristina contou que as três filhas estavam dentro do carro com o pai, um Audi, quando começaram a discutir. Elas reclamaram que Cleison é negligente no contato com elas, provocando uma reação de fúria no ex-atleta. Ele a bateu com tapas no rosto e puxões de cabelo. As duas irmãs, que estavam no banco traseiro do veículo, a defenderam. Elas desembarcaram do carro, que estava estacionado na Avenida Central, e Cleison foi embora.

Mãe e filha foram levadas pelos militares para a 2ª Delegacia de Venda Nova, onde seria registrada a ocorrência. Ainda segundo a PM a adolescente reclamava fortes dores no couro cabeludo e no braço esquerdo. Cleison não foi localizado pela polícia. A reportagem do em.com tentou contato com o ex-jogador, mas não conseguiu ser atendida. 

Em fevereiro deste ano Cleison foi anunciado como técnico do Guarany de Sobral. O time disputou quatro partidas com ele no comando, perdeu duas, empatou uma e ganhou outra. A última partida foi contra o Cratéus, no dia 14 de março, e a equipe saiu derrotada. Logo em seguida Cleison pediu demissão. Antes de se tornar técnico do Guarany ele atuava como auxiliar-técnico no Fortaleza.


SuperEsportes

Nenhum comentário: