sábado, 8 de setembro de 2012

ABC derrota azulão no Anacleto Campanella



O São Caetano deixou o G-4 do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, no fechamento da 23ª rodada da Série B, o time comandado pelo técnico Emerson Leão chegou a criar chances, mas não conseguiu ser objetivo e, no Anacleto Campanella, sofreu gol de Diego Clementino, que decretou a vitória do ABC, time de campanha modesta na competição, por 1 a 0.

Com o resultado, o Azulão estacionou nos 40 pontos, um menos que o quarto colocado Joinville. Entre o time e a equipe do técnico Leandro Campos, porém, ainda há o Atlético-PR, que atropelou o Grêmio-SP nesta rodada. O ABC, por outro lado, chegou aos 28 pontos e respira mais aliviado: sem perder há quatro partidas, é o atual 13º colocado da Segundona, a nove pontos da zona de degola.

Sem os 100% de aproveitamento que detinha à frente do Azulão – agora são duas vitórias e uma derrota neste retorno ao time paulista –, o técnico Emerson Leão prepara sua equipe visando o confronto com o América-MG, que ainda tenta se aproximar da briga pelo G-4. O ABC recebe o Ceará para tentar respirar mais tranqüilo no Brasileiro. Os dois jogos ocorrem na terça-feira.

O JOGO - O São Caetano conseguiu criar sua primeira grande chance apenas aos dez minutos de partida. O lateral esquerdo Diego chegou à linha de fundo e cruzou para Marcelo Costa. O armador, porém, desviou de cabeça por cima da meta de Andrey, concedendo apenas o tiro de meta ao ABC.

A resposta potiguar veio em menos de cinco minutos. O zagueiro Flávio subiu mais que a zaga do time da casa em cobrança de escanteio e desviou de cabeça. A bola foi no canto esquerdo de Luiz, que se esticou e fez bela defesa, para evitar o gol dos visitantes. Os vacilos na zaga alvinegra, porém, deram condições para que Éder penetrasse pela esquerda com perigo, mas Andrey, atento, fez a defesa.

O ritmo do jogo era ditado pelo São Caetano, que pressionava o time visitante na busca pelo gol. Porém, depois do perigoso chute de Moradei na entrada da área, aos 21 minutos, os ânimos da equipe de Leão diminuíram e, com isso, o ataque do clube paulista parou de incomodar a defesa do ABC e os times foram para o intervalo com o empate sem gols.

No retorno do intervalo, novamente o Azulão tratou de pressionar e aos 14 minutos Moradei bateu firme. Andrey rebateu, mas saiu no abafa para que o rebote não resultasse em algo mais perigoso. Apesar do domínio dos mandantes na primeira etapa, foi o ABC que abriu o placar, aos 26 minutos.

Adriano Pardal fez a jogada pela esquerda e cruzou para o atacante Diego Clementino, que entrara pouco antes, no lugar de Éderson. O atleta não decepcionou Ademir Fonseca, e empurrou para o gol, abrindo o placar para os visitantes. A resposta do São Caetano veio novamente em chute de fora da área: Moradei arriscou, Andrey espalmou para trás, a bola tocou no travessão e o camisa 1 potiguar teve reflexo rápido para segurar e não deixar o atacante rival aproveitar o rebote.

Na vontade de buscar o empate, Leão ainda mexeu na sua equipe, mas o Azulão não teve condições de marcar seu gol e ainda reclamou de um pênalti sobre Leandrão, que o árbitro não considerou ter existido. O ABC, diante do nervosismo do rival, ainda criou boas oportunidades em contra-ataques, que pararam nas mãos do goleiro Luiz. No final da partida, em cobrança de escanteio, Andrey ainda pegou uma cabeçada certeira, para decretar a vitória dos visitantes.

Gazeta

Nenhum comentário: