quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Após empate com o Vasco, dirigente do Náutico desabafa "Parem de prejudicar os nordestinos"



O Clube Náutico Capibaribe entrou em campo ontem contra o Vasco da
gama tentando recuperar os pontos perdidos diante do cruzeiro em minas
gerais. Mas, o resultado não foi o esperado.

O time dominou a partida nos dois tempos, mas esbarrava em erros nas
finalizações. O time alvirrubro com boas chegadas pelas laterais sufocou
o Vasco no primeiro tempo. Em uma dessas jogadas, o atacante Rayner
avançou pela direita e bateu cruzado. O atacante Kieza que era dúvida
para o jogo só teve o trabalho de empurrar para a rede , fazendo 1x0.

No segundo tempo, o Vasco voltou com duas mudanças que surtiram o
efeito. A equipe melhorou , e chegou até a o empate com um belo chute
de fora da área do meia Felipe Bastos. Depois do gol de empate, a equipe
carioca diminuiu o ritumo buscando manter o placar.

O Náutico tentava de todas as manerias o gol, mas as finalizações eram
ineficientes. Além de tudo o arbitro da partida, o senhor Leandro Pedro
Vuaden do Rio Grande do Sul anulou de forma errada um gol legitimo do
atacante Araujo.

O jogo ficou no empate, mas a direção do timbu não conseguiu engolir
as falhas da arbitragem e o vice presidente executivo do timbu, Toninho
Monteiro foi para a coletiva. Durante a entrevista , Toninho pediu a
comissão de arbitragem da CBF “Parem de prejudicar os nordestinos,
é inadimissivel uma arbitragem como essa. Mais uma vez somos
prejudicados” falou o Toninho.

O náutico vai enviar um oficio para a cbf mostrando toda indignação
quanto a arbitragem da partida de hoje.

Ficha do jogo :

Náutico 1 x 1 Vasco

Náutico: Gideão; Patric, Jean Rolt, Ronaldo Alves e Douglas Santos (Lúcio);
Elicarlos, Martinez, Souza e Rhayner; Araújo (Romero) e Kieza (Dimba).
Técnico: Alexandre Gallo.

Vasco: Fernando Prass; Jonas (Auremir) (Luan), Fabrício, Douglas e William

Matheus; Eduardo Costa (Carlos Alberto), Nilton, Wendel e Fellipe Bastos;
Alecsandro e Tenório. Técnico: Cristóvão Borges.

Público: 13.041. Renda: R$ 213.700,00.


João Victor

Nenhum comentário: