sábado, 20 de outubro de 2012

Bahia empata e fica próximo ao Z-4



O Bahia viu a distância para a zona de rebaixamento diminuir após o confronto deste sábado, 20, contra o Corinthians no Pacaembu, em São Paulo. O esquadrão fez um jogo equilibrado com o time paulista e saiu de campo com o empate em 1 a 1, em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o tricolor permanece na 16ª posição do torneio nacional, agora com 36 pontos ganhos, apenas quatro a mais que o Palmeiras - primeiro time na zona da degola -, que derrotou Cruzeiro por 2 a 0, também nesta tarde.

Caso o Sport vença o confronto contra o Atlético-GO, neste domingo, 21, no Serra Dourada, em Goiás, a vantagem do Bahia para o grupo dos quatro últimos, que já foi de oito pontos, cai para três, acirrando ainda mais a disputa para fugir do fantasma do descenso na reta final do campeonato. O Corinthians, que sofreu seu quinto empate em casa, permanece na oitava posição, com 44 pontos.

O jogo no Pacaembu foi equilibrado, com boas oportunidades de gol para as duas equipes. Quem saiu na frente foi o Corinthians, que abriu o placar logo aos 10 minutos do primeiro tempo após a cobrança de pênalti do meia Douglas. Sem se abalar, o Esquadrão conseguiu o empate ainda na primeira etapa, aos 32 minutos, com o volante Fahel, que marcou de cabeça depois da falta cobrada pelo meia Kleberson.

O próximo desafio do Bahia, na luta pra fugir da zona da degola, é contra o Grêmio. O jogo acontecerá no estádio de Pituaçu, em Salvador, no sábado, 27, às 18h30. No mesmo dia, mais cedo, o Corinthians enfrentará o time do Vasco no Pacaembu, às 16h20.

O jogo - Ameaçado pelo fantasma do rebaixamento, o Bahia entrou em campo nesta noite tentando ampliar a distância para o quatro últimos colocados da competição. E o tricolor começou no ataque contra o Corinthians: aos três minutos, Fabinho recebeu passe de Elias e cruzou com perigo na área. O goleiro Cássio teve que se antecipar para ficar com a bola. Apesar da pressão inicial, foi o time paulista quem inaugurou o marcador. Aos 10 minutos,  Danny Morais derrubou Guilherme na área e o juiz assinalou o pênalti. Na cobrança, o meia Douglas colocou o Timão na frente: 1 a 0.
Enquanto o Corinthians permanecia no ataque, o Bahia tinha dificuldades para armar jogadas ofensivas. Aos 25 minutos, Douglas levantou  a bola na área e, antes da chegada do atacante Martínez, o volante Fabinho se antecipou e evitou o segundo do time paulista. Em outra boa oportunidade, após cruzamento de Douglas, o atacante Guerrero cabeceou livre dentro da área, mas Lomba, bem colocado, salvou o Bahia.

As chegadas com perigo do time adversário fizeram o Bahia acordar no jogo e equilibrar a partida. Aos 32 minutos, o meia Kleberson cobrou falta de longe e encontrou  Fahel dentro da área. Na marca do pênalti, o volante desviou de cabeça no canto do goleiro Cássio e empatou o jogo  no Pacembu: 1 a 1. Aos 43 minutos, mais Bahia: o lateral Jussandro fez jogada pela linha de fundo e cruzou na área. O atacante Elias, sem marcação, subiu de cabeça, mas a bola foi por cima do gol.
Na segunda etapa, o jogo permaneceu equilibrado. Os dois times voltaram dos vestiários acesos e em busca do gol. Aos três minutos, não fosse o vacilo do atacante Martinez, o Corinthians poderia ter feito seu segundo gol: após a dividida no alto entre Fabinho e Guilherme Andrade, a bola sobrou para o atacante, que dominou mal e permitiu a chegada do goleiro Lomba. Aos nove minutos, Guerrero até marcou para o Timão, mas estava impedido e o gol foi anulado pela arbitragem.
A resposta do Bahia veio aos 23 minutos: Após receber passe na grande área, o atacante Elias girou sobre a marcação e chutou cruzado. A bola passou com perigo na frente do goleiro Cássio, mas ninguém apareceu para desviar. Três minutos depois, foi a vez do Corinthians chegar: o atacante Guerrero recebeu na área e chutou forte, após girar sobre a marcação. Atento, Marcelo Lomba fez a defesa.

O Bahia chegou aos 32 minutos: o volante Diones tentou o cabeceio, após cruzamento de Neto, mas pegou mal e a bola sobrou fácil para o goleiro Cássio. Em outro lance, talvez o mais perigoso para o tricolor, aos 46 minutos, por pouco o atacante Rafael, que havia entrado no lugar de Elias, não marca. Após o escanteio cobrado por Gabriel e a péssima saída do goleiro Cássio, a bola foi na cabeça do atacante, mas ele errou o alvo e mandou por cima da meta.
Corinthians 1 x 1 Bahia - 32ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP).
Data: sábado, 20 de outubro.
Horário: 18h30.
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Asp. Fifa/GO).
Assistentes: Márcio Eustáquio Sousa Santigago (Fifa/MG) e Guilherme Dias Camilo (Asp. Fifa/MG).
Gols: Douglas (aos 10 minutos do primeiro tempo) para o Corinthians; Fahel (aos 32 minutos do primeiro tempo) para o Bahia.
Cartões amarelos: Ânderson Polga e Paolo Guerrero (Corinthians); Danny Morais, Titi e Fahel (Bahia).
Público: 20.250 pagantes
Renda: R$ 550.820
Corinthians: Cássio; Edenílson,  Anderson Polga, Wallace (Felipe) e Denner (Weldinho); Guilherme Andrade, Guilherme, Douglas (Jorge Henrique) e Romarinho; Juan Martínez e Paolo Guerrero
Bahia: Marcelo Lomba; Neto, Titi, Danny Morais e Jussandro; Fahel, Diones (Victor Lemos), Fabinho e Kléberson (Zé Roberto); Gabriel e Elias (Rafael). Técnico: Jorginho.

A Tarde

Nenhum comentário: