quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Fabrício Ceará vê desclassificação como "Lição para o futuro"



Assim como a maioria do elenco Coral – que, após a desclassificação espera os acontecimentos – o atacante Fabrício Ceará comentou sobre a derrota para o Aguia/PA, no domingo (29), em Marabá/PA, como uma lição para o futuro Coral

“É uma situação triste. Infelizmente, não classificamos, mas – pelo menos – ainda deixamos o Santa Cruz na Série C. Pegamos um grupo muito difícil, mas estamos de cabeça erguida. Este é um grupo vitorioso que conseguiu dois títulos estaduais e um acesso à Serie C durante dois anos. O Santa Cruz continua, a vida continua e que isso sirva de lição para que nos próximos campeonatos possamos nos fortalecer para ter um acesso à Série B, independente de quem continue no clube” avaliou Fabrício.

O atacante comentou sobre a possibilidade de sua permanência no Santa Cruz. “Hoje, é difícil falar na situação, pois eu tenho contrato com o Salgueiro, que não teve um ano promissor. É uma situação delicada, temos que sentar com as duas diretorias para ver o que é melhor e dar uma descansada porque eu tenho cerca de 50 jogos seguidos, sem férias, então, a principio, é dar uma descansada e ver o que é melhor para o profissional”, afirmou.

Embora o objetivo maior de 2012 não tenha sido alcançado – o acesso à Série B – Ceará disse que sabe da grandeza do Santa Cruz e da competência de todos que fazem o clube e dos jogadores que aqui estão. Assim, acredita que a desclassificação foi pelo fato de não terem conseguido uma sequência de vitórias. “Não conseguimos ter uma sequência de vitórias, que era uma coisa que no mínimo nós estaríamos classificados com mais dois ou três pontos. Basta lembrar os empates com o Payssandu e o Guarany de Sobral, como alguns dos detalhes que contribuíram para a nossa desclassificação”, encerrou.

Jammil Gomes/SCFC

Nenhum comentário: