terça-feira, 27 de novembro de 2012

Luciano Henrique não teve proposta para continuar no Santa




O currículo recheado de títulos de Luciano Henrique, não foi suficiente para a permanência do meia no Arruda. Após ajudar o clube a conquistar o bicampeonato estadual, o atleta não foi procurado para renovar o contrato. Mesmo sendo uma apaixonado por Pernambuco, Luciano planeja encerrar a carreira longe daqui, mas não agora.

Após o fim do seu acordo com o Tricolor do Arruda, Luciano Henrique voltou para Taubaté, cidade onde deu seus primeiros passos no futebol.Luciano aproveita o tempo livre para descansar e definir o seu destino no próximo ano. O meio campo está aguardando o fim do Brasileiro para ver se existe alguma chance de joga o Paulistão. Porém, sua vontade era outra. "Tinha a intenção de retornar para o Santa, mas o pessoal está querendo mudar", lamentou Luciano.

As esperanças de um possível retorno diminuiram ainda mais quando seu contrato acabou e ninguém conversou com ele sobre renovação. "Ninguém conversou comigo sobre contrato. Não fizeram proposta de renovação. Nem uma proposta para readequar o salário eles fizeram", reclamou. Quando sua contratação foi anunciada pelo Santa Cruz, a torcida ficou bastante desconfiada. Tendo conquistado três estaduais e uma Copa do Brasil, pelo rival Sport, Luciano só melhorou sua imagem na finalíssima do Pernambucano. O meia entrou no segundo tempo e fez o gol do título. 



Alguns anos atrás, Luciano Henrique imaginava que encerraria a carreira com 35 anos. Hoje a opinião não é a mesma. Ao ver muitos jogadores com mais de 37 ainda atuando, o jogador pensa em esticar um pouco mais o tempo dentro dos gramados. Agora quando o assunto é o local da despedida, Luciano se mostra indeciso. "Hoje seria difícil dizer onde gostaria de encerrar a carreira, mas penso em parar aqui na minha cidade."

Luciano Henrique fala que tem bastante carinho pelos clubes em que jogou em Pernambuco. Mas seu apreço maior é pelo torcedor. "Sempre que era parado na rua, o pessoal me pedia para voltar para o Sport, ou me elogiava no Santa Cruz. Sempre fui bem tratado", contou. Porém de todos estes momentos vividos em Pernambuco, ele não esconde que o mais especial aconteceu em 2008. "O que mais marcou foi o título da Copa do Brasil. Foi um título importante e inédito para o nordeste."

Rafael Brasileiro - Diario de Pernambuco

Nenhum comentário: