sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Pernambuco é sede do Congresso Internacional de Arbitragem



Pernambuco recebe pela primeira vez o Congresso Internacional de Arbitragem de Futebol Feminino. O curso começa neste sábado (10), às 9h, no hotel Casa Blanca, em Maria Farinha. O presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho fará a abertura oficial do congresso. Essa é a primeira vez que o Brasil sedia um Congresso Internacional de Arbitragem, e também que uma Federação recebe o evento.  O curso será dirigido pelo presidente da Comissão de Árbitros da Conmebol, pelo membro da Comissão de Arbitragem da FIFA, Carlos Alarcon Rios, e pelos instrutores Oscar Julian Ruiz (ex-árbitro FIFA), além do novo membro da Comissão de Árbitros da Conmebol Sálvio Espínola (ex- árbitro FIFA).

O evento será voltado para as árbitras do quadro da FIFA, que vão atuar durante a Libertadores da América de Futebol Feminino 2012. O propósito do congresso, que durará cinco dias, é a avaliação física das árbitras que irão atuar durante o torneio. A Comissão Estadual de Arbitragem e o futebol pernambucano estão sendo representados pela árbitra FIFA do quadro da FPF Ana Karina, que é a única árbitra brasileira a atuar na competição.  

O presidente da Comissão Estadual de Arbitragem (CEAF), Erich Bandeira, falou sobre a importância da realização do curso em Pernambuco. “Em primeiro lugar destaco que é o curso de mais alto nível para árbitros de futebol oferecido pela FIFA, é o curso Refreeing Assistance Programme (RAP), que é um Programa de Assistência ao Árbitro para desenvolvimento da arbitragem. Em segundo lugar destaco o empenho do presidente da FPF, Evandro Carvalho, que além de trazer o curso para nosso estado, conseguiu também a aprovação para que as árbitras do nosso quadro estadual tivessem o direito de assistir ao curso que é destinado a árbitros de elite Fifa”, disse.

A árbitra FIFA do quadro da FPF Ana Karina é a única árbitra, das que vão participar do curso, que já apitou um mundial. Ana, inclusive falou sobre a expectativa para o início da competição. “Saber que Pernambuco vai receber um evento como esse foi ótimo. Fiquei mais feliz ainda quando soube que o Vitória ia participar também, porque é um dos times brasileiros que atraem mais público nos jogos femininos. Eu torço para que os estádios lotem e que os torcedores possam ver melhor a atuação da arbitragem feminina. Com certeza esse torneio no Estado é muito importante para o quadro feminino”, disse.

Nenhum comentário: