quinta-feira, 7 de março de 2013

Sport empata em casa com Pesqueira


O resultado final, naturalmente, não foi o que os rubro-negros esperavam. A atuação do time na partida, no entanto, não foi das piores, apesar do empate "amargo". Méritos para o Pesqueira, que conseguiu segurar o ímpeto dos leoninos no segundo tempo e voltar para o Sertão com um empate na Ilha do Retiro, por 1x1. O zagueiro Gabriel marcou para o Sport, enquanto Jonathan descontou para os sertanejos. Com o resultado, o Leão foi aos 7 pontos no Pernambucano, e saiu do G4, caindo para a quinta posição na tabela.

O zagueiro Gabriel foi o autor do gol rubro-negro no jogo
Pode se considerar que o Sport teve vida fácil no primeiro tempo da partida. A equipe rubro-negra criou várias chances de gol, mandou no jogo, e só não foi para o intervalo com uma vantagem maior no placar por falta de capricho nas finalizações. Pelo lado do Pesqueira, o time não se intimidou e se arriscou ao ataque em algumas oportunidades, mas não conseguiu levar perigo à meta de Magrão.

A primeira boa investida do Leão foi aos 7 minutos, com o meia/atacante Marcos Aurélio, que recebeu um lindo passe de Rithely, mas, já dentro da área, chutou fraco, para a fácil defesa do experiente goleiro Geday. Cinco minutos depois o Sport quase abre o placar, novamente com Marcos Aurélio. O meia trocou passes com Roger, que lhe serviu num belo cruzamento, mas, de cabeça, mandou novamente em cima do arqueiro do Pesqueira. Depois de quase marcar com Felipe Azevedo, os rubro-negros chegaram ao gol com o zagueiro Gabriel. Em cobrança de falta do lateral Reinaldo, ele subiu para cabecear e mandar a bola para o fundo das redes.

No segundo tempo a equipe sertaneja acordou na partida e não mais deixou os leoninos jogarem. Com a marcação encaixada, chegaram ao empate logo aos 10 minutos, com o atacante Jonathan. Ele recebeu da entrada da área, e livre, avançou para soltar uma bomba no canto direito de Magrão e empatar a partida. O gol foi o suficiente para acabar com a paciência da torcida, que ainda não tinha se manifestado contra o time. A partir daí, começaram os ataques ao tecnico Vadão, com gritos inacabáveis de "burro".

No restante da segunda etapa, o time rubro-negro até que tentou, mas não conseguiu se livrar do "ferrolho" sertanejo. Seis minutos após sofrer o tento, os donos da casa viram Jonathan aproveitar um vacilo de Gabriel e mandar uma bomba no travessão de Magrão. Logo depois, a torcida pediu e o técnico Vadão atendeu. Colocou Cicinho, junto com Felipe Menezes, e na primeira bola, o lateral quase surpreendeu Geday, num lindo chute de fora da área, por cobertura. Nos últimos 15 minutos, só deu Sport, que jogava bem, com muita velocidade, mas continuava sem conseguir invadir a área adversária. A melhor chance veio aos 47, num chute de Cicinho, após tabela com Roger, mas a bola foi por cima do gol.

Sport 1
Magrão; Moacir (Cicinho), Gabriel, Maurício e Reinaldo; Fábio Bahia, Rithely e Marcos Aurélio (Felipe Menezes); Felipe Azevedo, Sandrinho e Roger. Técnico: Vadão

Pesqueira 1
Geday; David, Gustavo, Oséas (Ailton) e Jânio; Dadá Pesqueira, Frank, Laércio (Nem) e Deysinho (Neto Bala); Théo e Jonathan. Técnico: Humberto Santos

Local: Ilha do Retiro
Árbitro: Giorgio Wilton
Assistentes: Wilton Lins e Jean Marcel
Gols: Gabriel (aos 30 do 1º T), Jonathan (aos 10 do 2ºT)
Cartões amarelos: Marcos Aurélio, Sandrinho, Moacir (Sport) e Gustavo, David (Pesqueira)
Renda e público: R$62.226,00 e 9.423 pessoas

Folha PE

Nenhum comentário: