terça-feira, 23 de abril de 2013

Justiça paraibana derruba liminar do CSP - CBF deve remarcar Sousa x Coritiba


Um efeito suspensivo derrubou a liminar concedida junto ao Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB) que vetou a realização do jogo Sousa x Coritiba pela Copa do Brasil, previsto para a última quarta. O documento havia sido conseguido pelos advogados do CSP, clube que abriu um processo na Justiça comum para tentar voltar à competição, após ter sido excluído dela pelo STJD. Desta forma, a partida está liberada para acontecer. A CBF deve confirmar o jogo para o dia 1º de maio.

- Houve o efeito suspensivo, mas ainda confiamos no julgamento do mérito. Se o CSP tiver ganho de causa, a partida do Sousa será anulada. Entendo que não é prudente a CBF marcar esse jogo - afirmou Alexandre Cavalcanti, advogado do CSP.

O desembargador Leandro dos Santos, que derrubou a liminar, afirmou que o regulamento foi, de fato, ferido quando o CSP conquistou a vaga e ela é de direito do Sousa.

- Não se revela razoável paralisar os próximos confrontos de uma competição nacional como a Copa do Brasil e prejudicar todos os clubes participantes até que o caso seja julgado em última instância. Não exercido o regulamento previsto por parte da Federação Paraibana de Futebol, a segunda vaga da Paraíba na competição será concedida conforme o regramento geral da Copa do Brasil ao vice-campeão paraibano de 2012, no caso o Sousa - afirmou o desembargador.

ENTENDA O CASO

O Sousa entrou com um recurso no STJD para ganhar a vaga alegando que a Copa Paraíba de 2012, competição pela qual o CSP alcançou sua classificação por ter sido o campeão, foi disputada de uma maneira que fere o regulamento da própria Copa do Brasil. Ela obriga que um mínimo de quatro clubes participem de torneios seletivos estaduais. No entanto, a edição do campeonato foi disputado apenas entre Treze, Botafogo e o campeão CSP.

O que o Sousa alegou foi o fato de que estavam previstos cinco clubes no total para participar da competição. Além destes três, Alético de Cajazeiras e Cruzeiro de Itaporanga também tinham vaga garantida, mas desistiram em cima da hora de participar do torneio, deixando apenas três times em disputa pela taça. No dia 4 de abril, o STJD deu a vaga para o Sousa. No dia 16/4, data da partida entre o time paraibano e o Coritiba, o CSP conseguiu uma liminar que vetava a realização do jogo.

LANCENET

Nenhum comentário: