terça-feira, 13 de agosto de 2013

Técnico do Baraúnas pede demissão

Uma hora a ‘bomba’ ia estourar. Sem receber salário, o técnico Samuel Cândido se reuniu com a diretoria do Baraúnas e pediu demissão. Ele bem que tentou, mas a pressão pelos maus resultados e falta de planejamento do clube pesaram na sua decisão.

Quem anunciou a saída foi o gerente de futebol Zezinho Mossoró. O dirigente disse que a situação era insustentável, desde os problemas financeiros até o momento dentro do Grupo A no Campeonato Brasileiro da Série C. Agora, ele diz que o clube ainda não tem um nome para ser o substituto.

“O Samuel nos procurou e disse que estava entregando o cargo. Ele alegou que não dava mais para continuar no comando devido aos problemas e à campanha feita pelo time. Não pudemos fazer nada e apenas aceitamos”, disse Zezinho.

Enquanto isso, quem assume o time interinamente é o preparador de goleiros Paulo Renato. Ele já comandará as atividades desta terça-feira visando do duelo de domingo, contra o Fortaleza, no Presidente Vargas, no Ceará.

O Baraúnas é apenas o décimo colocado do Grupo A, com sete pontos ganhos – oito atrás do Brasiliense, primeiro fora da zona de rebaixamento.



AFI

Nenhum comentário: