sexta-feira, 30 de junho de 2017

Após terceiro título estadual, Ronaldo Alves vive expectativa do seu jogo 50 pelo Sport contra clube no qual foi revelado


 Na última quarta-feira, o zagueiro Ronaldo Alves conquistou o seu terceiro título estadual na carreira. O defensor de 27 anos havia sido bicampeão gaúcho pelo Internacional e comemorou agora também um caneco levantado pelo Sport. Na decisão, o Leão superou, fora de casa, o Salgueiro por 1×0, com Ronaldo Alves participando do duelo por 90 minutos.

 

Além do título estadual, Ronaldo Alves comemorou também o ótimo retrospecto diante do Salgueiro. Em sete jogos disputados contra o Carcará na carreira, ele tem cinco vitórias, um empate e somente uma derrota. “É uma coincidência bacana esse retrospecto positivo contra o Salgueiro. É uma equipe que cresceu muito nos últimos anos e é muito difícil de ser batida, principalmente jogando em sua casa. Fomos guerreiros e buscamos a vitória lá dentro. Todos estão de parabéns. Fico muito contente pelo meu terceiro título estadual. Espero mais conquistas como essa na minha carreira”, projetou o zagueiro-artilheiro, que tem 22 gols como atleta profissional.

Ronaldo Alves ganha a cada dia mais respeito da torcida rubro-negra. No próximo domingo, às 16h, no estádio da Ilha do Retiro contra o Atlético Paranaense, o dono da camisa 3 do Sport irá completar sua partida de número 50 pelo clube somando jogos oficiais e amistosos. “Completei um ano de clube e já estou fazendo um número considerável de partidas. Isso para um jogador é muito importante. Além do número de jogos, também tive conquistas. Quando estreei o time estava em situação complicada no Brasileirão e conseguimos manter o Sport na elite. Nesse ano fomos campeões estaduais, chegamos na final da Copa do Nordeste e agora queremos ir bem na Série A”, valorizou o defensor.

Diante do Atlético Paranaense, Ronaldo Alves irá reencontrar um velho conhecido. Isso porque ele se profissionalizou no Furacão. “É um clube que guardo com carinho porque comecei a carreira lá. Me deu toda a base e apesar de ter jogado pouco pelo profissional fica sempre um sentimento de gratidão. Acabei tendo um destaque rápido e fui negociado com o Internacional. Atualmente vejo um ataque do Atlético Paranaense com muita qualidade, por isso precisamos ter muita atenção para não darmos brechas. Precisamos de qualquer forma buscar essa vitória”, finalizou.


Nenhum comentário: